Este blogue tem conteúdo adulto. Quem quiser continuar é risco próprio; quem não quiser ler as parvoíces que aqui estão patentes, só tem uma solução.

domingo, 29 de dezembro de 2013

2013 a acabar

Pensei fazer um resumo do que de bom e mau aconteceu neste ano que está quase a terminar. Porém, como sou um pouco esquecido, o mais certo é não referir algumas das coisas que me aconteceram.

O ano começou com desgraças meteorológicas, afectando quase todo o país, em especial aqui a zona Oeste. Não foi a falta de electricidade que me marcou, mas de certo modo teve algo a ver com o "corte", um dos momentos mais marcantes que vivi.

O resto do ano foi praticamente igual. Diferente talvez a minha vontade de fazer praia, uma novidade na minha vida. Dois dias durante o verão, alguns já fora dele. O mar é presença constante na minha vida. Um ribatejano que não vive sem o mar (rsrsrs) é algo interessante, dirão alguns.

Não vou referir aqui os acontecimentos nacionais mais importantes, mas não posso esquecer a eleição de um novo papa, as mortes da Thatcher, do Mandela e de mais algumas personalidades de outras áreas. A crise que nos acompanha e que teima não nos deixar viver mais desafogadamente, a austeridade que está no pensamento diário, as contas que parecem aumentar e os recursos mais parcos.

Novos objectivos são traçados para o ano que se avizinha. A saúde está em primeiro lugar, já é tempo de me preocupar verdadeiramente enquanto posso, pois atingirei a idade em que tudo o que entra demorará mais a sair. Quero mesmo aprender a tocar guitarra, preciso de um passatempo que me afaste um pouco mais da televisão e até da internet; a par quero também apostar na leitura, pois é hora de poder discutir os assuntos que os outros também discutem e é nos livros que se encontram os melhores temas.

Quero continuar a apostar na amizade, pois é nesse campo que por vezes tenho alguma dificuldade. Abrir o espectro de amizades é assim uma forma de melhor aproveitar o tempo que me resta. "Amigo verdadeiro vale mais que o dinheiro."

Outros objectivos estão na "calha", mas esses estão reservados unicamente às páginas dos meus escritos mais secretos. Pode ser que um dia sejam revelados. Como dizia o outro, "às vezes é necessário manter o suspense e o segredo".

Resta-me apenas desejar um ano cheio de conquistas a quem inadvertidamente por aqui passa. Voltem sempre que quiserem, pois este espaço é aberto e é sempre bem vindo quem vier por bem. Um abraço especial ao meu blogue, para que continue a ser a companhia de que tanto gosto.

PS: Um abraço especial para o amigo Pinguim que me proporcionou um jantar de blogues, um dos momentos que realmente não poderei esquecer em 2013. Obrigado e que toda a felicidade te atinja em 2014!



16 comentários:

João Roque disse...

Não me referindo ao passado ano, que foi mau de mais, apenas num aspecto focado por ti, o distingo - o jantar dos blogs; mas mesmo esse jantar, não o deves a mim, deve-lo a ti, que finalmente saíste da tua torre de isolamento e começaste a ver o mundo de uma maneira diferente, no que respeita a amigos.
Os teus objectivos são todos muito interessantes e não são utópicos, assim tu queiras, mesmo os intimos...
Um bom Ano para ti.

Horatius disse...

Eu Tb sou ribatejano e gosto de praia
:-)
Abraço

Ribatejano disse...

João Roque

Sempre tão galante.

Amigos íntimos? Esses sim são utopia...

Ribatejano disse...

Horatius

Afinal somos dois. lol

Horatius disse...

As tantas ainda somos vizinhos... Lol

Abraço:-)

Eolo disse...

Um grande 2014 para ti Ribatejano, mesmo que não consigas cumprir todos os objectivos, sei que irás cumprir alguns.

Gostei muito do jantar dos blogues, agora os nomes no ecrã têm rosto e voz.

Um abraço

Ribatejano disse...

Horatius

Somos de certeza. Afinal o país é tão piqueno.

Ribatejano disse...

Eolo

Houve quem ficasse decepcionado com as minhas fuças (mentira) e com a minha voz de cana rachada.

Os objectivos são todos para cumprir, isto não é como o orçamento do Estado.

loool

Margarida disse...

quem se decepcionou? :p
eu gostei de te conhecer e de descobrir que escreves muito bem.
objectivos para 2014 não os faço, é viver um dia de cada vez e admirar a vida num nascer ou num pôr-do-sol, numa flor, nas minhas gatas, numa história lida e relida, nos amigos...
bom 2014 para ti.

miguel disse...

espero que os teus votos se realizem e que, sim!, eu tenha um ano cheio de conquistas (inadvertidamente ou não, tanto faz). yay!

gosto dos teus objectivos, e acho que se te empenhares, nem precisa de ser muito, basta um bocadinho, consegues atingi-los todos.

Francisco disse...

Feliz Ano Novo e tb gostei de te conhecer :D

Ribatejano disse...

Margarida

As tuas palavras são sempre fonte de inspiração.

Ribatejano disse...

miguel

Espero cumprir os que escrevi, os outros logo se vê.

Ribatejano disse...

Francisco

Em 2014 lá estaremos de novo, espero é que seja com mais tempo.

João disse...

Feliz Ano 2014! Que ele te traga tudo o que de bom e positivo tu desejares para ti e para os que mais amas! ^^

Abração :3

Ribatejano disse...

João

Retribuo e multiplico por 100.

:D