Este blogue tem conteúdo adulto. Quem quiser continuar é risco próprio; quem não quiser ler as parvoíces que aqui estão patentes, só tem uma solução.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Talvez uma aventura não fizesse muito mal nos dias que correm

Moreno. Barba curta. Cabelo penteado. Alto, ao ponto de me fazer olhar para cima... uma raridade. Calças justas mas não demasiado.

Dizem que a lista de compras mostram muito sobre a pessoa. Sobretudo comida embalada, daquela que é só abrir e consumir. Talvez alguém que não tivesse tempo de cozinhar ou que não apetecesse ou ainda que não tivesse grandes condições para o fazer, talvez prova de que fosse um simples forasteiro, daqueles que alugam quarto por apenas alguns dias.

Ficou o perfume após fazer o pagamento no balcão do supermercado. Ficou acima de tudo alguma vontade de ir atrás e perguntar se estaria interessado num prato quente acabado de fazer. Uma tentativa de tentar descobrir a extensão daquela tatuagem que saía da camisola na zona do punho.





5 comentários:

N a m o r a d o disse...

Às vezes nunca se sabe. Até poderia dar uma boa história.

João Eduardo disse...

||||
brilhante texto...

Ribatejano disse...

Quando o tema é bom... até um parvo se consegue esmerar. rsrsrs

O Anfitrião de Lisboa disse...

uma aventura só te faz é bem pah!!!
;)

Ribatejano disse...

Anfitrião

Até as aventuras têm os seus dias.