Este blogue tem conteúdo adulto. Quem quiser continuar é risco próprio; quem não quiser ler as parvoíces que aqui estão patentes, só tem uma solução.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Mensagem...



Não há sinal de satélite que me permita telefonar. Nem sequer existe electricidade na bateria do telemóvel e muito menos uma tomada onde possa ligar o carregador. Aqui na ilha tudo é mínimo, por isso espero que a ondulação tenha a força e a orientação correcta para te entregar esta mensagem, que vai dentro de uma garrafa, a última forma que encontrei para tentar contacto.

Quando rumei para esta ilha não pensava o quão só me iria um dia sentir. Sempre pensei ser suficiente para mim próprio e só agora entendo que estava errado. Deve ser porém tarde demais, pois já deves ter encontrado uma nova aventura, sinal que esta mensagem chegou tarde.

Pensando bem, qualquer outra aventura é melhor que aquela do qual acabei por fugir. Não te mereço. Nem sequer mereço qualquer sinal de carinho ou piedade pelas minhas escolhas erradas. Sempre te disse que eu não era a metade da tesoura que completa a tua outra metade. Mas mesmo assim quiseste apostar e eu não soube dar o real valor desse acto.

Aqui estou, tão sozinho como o meu subconsciente sempre soube que seria o meu destino final, perdido numa ilha, no meio deste oceâno, que nem sequer aparece nas cartas náuticas conhecidas. É o meu prémio e talvez a minha penitência.

Eternamente...

4 comentários:

João Eduardo disse...

||||
Interessante. Gosto do tema á volta da "ilha". Em 1988 quando estive pela primeira vez na ilha de Santa Maria/Açores, foi aí que eu descobri o quanto de pequenez nós somos. Nunca me tinha visto num local rodeado de água por todos os lados...

Ribatejano disse...

João Eduardo

Existem muitos tipos de água. A vulgar com fórmula química H2Oé uma necessidade à vida, a do teu texto... é apenas uma história.

João Roque disse...

Eternamente só, o tanas...
Vamos lá a resolver a vida, que a morte é certa.

Ribatejano disse...

João

Não sei do que falas. (mentira)