Este blogue tem conteúdo adulto. Quem quiser continuar é risco próprio; quem não quiser ler as parvoíces que aqui estão patentes, só tem uma solução.

domingo, 14 de outubro de 2012

Miscelânias

Definitivamente o verão foi-se embora e as temperaturas outonais invadem o meu espaço. Já não sabe bem andar pela casa de calções e as calças passam a ser a indumentária necessária.

Acabou mais um fim-de-semana... um pouco diferente dos outros. Não pela chuva mas pela oportunidade que me surgiu de me perder pela nossa capital. Sábado de tarde e lá me embrenhei pelas ruas alfacinhas em busca de caminhos desconhecidos.

As conversas continuam a fluir, vindas directamente do mundo para o meu computador. Impressionante o número de desconhecidos que povoam as minhas listas de contactos. Tantos são aqueles que nunca conhecerei pessoalmente, não por não querer, mas porque estão tão longe. Tão longe que só me transformando em pássaro os poderei alguma vez enfrentar.

As notícias são sempre as mesmas. Crise. Finanças. Governo. Dificuldades. Famílias desempregadas. Orçamento. Troika. Como se no nosso país mais nada se passe. Mesmo no meio de tanta incerteza há sempre a esperança de encontrar um pouco de alegria. Um desafogo.

Espero uma semana profissionalmente agitada. Como se eu pudesse substituir um chefe que se encontra de férias. A verdade é que o tempo de serviço traz mais do que cabelos brancos. Traz uma responsabilidade que não é recompensada. Especialmente quando o bolso é cada vez mais pequeno, pois mais pequena é a quantidade de recurso que lá chega.

Pessoalmente? Isso é outra história e este blogue não tem memória suficiente para aguentar com toda a informação. Apenas uma leve esperança... talvez.


8 comentários:

um coelho disse...

Uma esperança já é qualquer coisa. Não te esqueças de pôr gelo...

Francisco disse...

LOLOLOL

Abraço

sad eyes disse...

Parece o retrato da vida de tantos de nós. Mas é preciso continuar a ter esperança...
abc

Ribatejano disse...

Gelo onde coelho?!

Ribatejano disse...

Abração Francisco

Ribatejano disse...

sad eyes

Parece mas não é. Este é apenas o meu relato da minha desinteressante vida actual. hehehe

um coelho disse...

Gelo na tua cabeça. Não foi com ela que andaste a bater nas paredes?

Ribatejano disse...

lol